Sou gerente de TI e não consigo orçamento para meus projetos

Se você é profissional de tecnologia da informação já deve ter se acostumado (ainda que não devesse) ao fato de que é praticamente impossível conseguir patrocínio da diretoria para projetos de TI.

Como profissional de liderança no setor de tecnologia deve imagina que já conhece todas as desculpas possíveis dadas pelo setor financeiro para que um projeto de TI seja postergado ou mesmo cancelado.

“A TI pode fazer o que quiser, contanto que não altere em nada a rotina da empresa e não envolva orçamento”

Infraestrutura sucateada, legado sem segurança, equipe enxuta e desatualizada, softwares sem licenciamento e por aí vai. Se você reconhece algum destes pontos provavelmente deva estar vivendo o dilema da maioria dos líderes de TI do país. Responda com sinceridade: Por quê o setor financeiro e de RH conseguem viabilizar viagens caras, para eventos de 2, 3 dias em resorts de luxo e a TI não consegue sequer um licenciamento de antivírus decente? Será que você está fazendo a coisa certa?

Vamos deixar uma coisa bem clara, não sou contra nenhum setor frequentar eventos dedicados ao seu segmento, pelo contrário, acredito que todos os setores deveriam ir a pelo menos um por ano. A questão aqui é, como eles conseguem orçamento e liberação e a TI não?

Neste momento você está pensando ” é porquê ninguém entende nada da rotina da TI e por isso é tão difícil conseguir orçamento”. Eu te digo com segurança: você está certo! E a culpa é toda sua!

Infelizmente os líderes de tecnologia em sua maioria preocupam-se demasiadamente com aspectos técnicos do seu ofício. Dedicam tempo demais desenvolvendo atividades operacionais e não se aplicam da forma que deveriam em demonstrar resultados, criar alinhamento estratégico, prestar consultoria (isso mesmo) aos demais setores produtivos da empresa e entregar valor aos seus clientes internos. Por se portar sempre como uma ferramenta operacional para os seus pares, a TI é sempre vista como uma ferramenta, passiva, cara e desinteressante.

Você já notou que os projetos quando vem de outros setores produtivos da empresa são aceitos pela diretoria e quando ofertados pela TI são ignorados? O motivo é muito simples; os demais setores da empresa não estão desejando a tecnologia por fascínio, eles possuem um problema ou vislumbram uma oportunidade e identificam a tecnologia necessária para tornar aquilo possível. O foco é no valor entregue, não na tecnologia. Na contra mão, o setor de TI está focado em aspectos técnicos, obtusos a todos os demais e sem importância (mas só porquê você não soube comunicar o benefício).

Da próxima, antes de fazer uma apresentação técnica de uma ferramenta ou recurso em específico, faça o seguinte exercício:

  • Identifique o problema ou oportunidade que você pretende atacar;
  • Identifique o perfil das pessoas que precisam deste recurso;
  • Conte uma história sobre o problema a ser resolvido ou os benefícios que o recurso trará;
  • Faça contas! Demonstre financeiramente o retorno do investimento, os ganhos ou simplesmente o quanto isso economizará em um possível evento indesejável;
  • Descreva as premissas e restrições com clareza. Informe as mudanças que serão necessárias (se houver alguma) e como isso será benéfico;

Entenda o negócio da sua empresa e trabalhe com isso sempre em mente. Entregue valor, seja estratégico, apoie projetos de forma eficaz pois dessa maneira a tarefa de implantação de mudanças será cada vez mais simples pois o setor de TI será visto como inteligente e estratégico, da forma como deve ser.

Deixe seu comentário